top of page

JANGADEIROS DE SÃO PEDRO TEM SUA ESTREIA MARCADA PARA MARÇO



Série documental Jangadeiros de São Pedro, produzida pela Viu Cine e com direção de Neco Tabosa, que mistura animação com entrevistas, será exibida em março na TV Pernambuco. E nela, vamos conhecer a épica jornada de quatro jangadeiros cearenses que em 1941 iniciaram uma extraordinária mobilização dos trabalhadores da pesca em busca dos seus direitos. 


Quem assina a direção é o premiado diretor Neco Tabosa, e traz quatro episódios que equilibra cenas em animação 2D e registros em live-action. Assim, ele vem com a proposta de nos apresentar a história real juntamente com trechos de ficção para ser possível a recriação do raid da São Pedro, que aconteceu em Fortaleza na década de 1940.


Os quatro jangadeiros saíram da capital cearense em uma embarcação precária e foram em direção ao Rio de Janeiro, que na época era a capital do Brasil. Eles possuíam o objetivo de exigir ao presidente Getúlio Vargas a devida inclusão dos pescadores na consolidação de leis trabalhistas (CLT), onde naquela época ainda era recente e garantia aos trabalhadores seus direitos básicos.


Assim, por 61 dias, passando pelas diversas capitais nordestinas e com grande cobertura da imprensa, essa mobilização atraiu a atenção não só do nosso país como também do diretor norte-americano Orson Welles, trouxe aos cinemas, pela primeira vez a reconstrução da saga dos pescadores na sua obra incompleta it's all true.


"O foco aqui é todo ajustado para revelar o pensamento dos jangadeiros, homens de educação formal precarizada, mas de muita sabedoria na construção de relações comunitárias, na leitura dos ventos e da navegação guiada pelas estrelas. No Jangadeiros da São Pedro, tentamos colocar estes homens no centro da narrativa. Eles contam, por meio de um recurso ficcional, a própria história" - conta Ulisses Brandão, produtor executivo do filme.


Nós podemos contar no elenco de voz, nomes consagrados em Pernambuco, como Arthur Canavarro (Som ao Redor, Fim de Festa e Organismo), Lepè Correia (ator, professor, músico e psicólogo), Orum Santana (dançarino) e Samuel Santos (dramaturgo). Eles ficaram responsáveis por dar a voz aos quatro jangadeiros.




"Esse filme é importante porque resgata vozes não-gravadas de personagens da História do Brasil que sempre foram pouco registrados" - comentou Brandão


A série ainda conta com as imagens de acervo e se apoiou nelas para o desenvolvimento do roteiro, abordando o diário de bordo de um dos jangadeiros, e a linguagem que conta com uma contemporaneidade a partir da poesia falada do Slam das Minas, fortes tanto em Pernambuco quanto em São Paulo.


28 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Comments


bottom of page