Buscar
  • Viu Cine

Como faço para sair da página em branco?

Você tem uma ideia incrível para fazer um filme. Mas não consegue transportá-la para o papel e desenvolver o roteiro, uma das principais etapas de composição de uma obra audiovisual. Calma! Não é apenas você que sofre da síndrome da página em branco. Às vezes, bate aquela crise criativa: escrevemos, apagamos, depois reescrevemos, e não evoluímos na produção.


A ideia muitas vezes está fresquinha na nossa cabeça. O problema é como organizá-la no papel. Aqui neste post você vai conhecer algumas técnicas para sair da página em branco e descobrir algumas recomendações básicas de redação para roteiro. Vamos conhecer?



Os principais elementos de uma narrativa


Quer escrever uma história e não sabe por onde começar? Que tal começar pensando nos elementos básicos da narrativa? Não sabe o que é isso? Vem cá que a gente te explica.


Todo texto, naturalmente, começa no plano das ideias. Esta idealização pode surgir de diversas formas: ela pode ter sido inspirada em outro filme, em um livro, em uma propaganda, em um post de internet. Várias são as possibilidades de inspiração.


O segredo para que esta ideia se materialize com eficiência e qualidade é sistematizando-a. Um bom texto não é só inspiração e boas ideias. Exige muito trabalho, organização, planejamento e mão na massa.


Um caminho bem eficiente para construir um roteiro de qualidade é pensar os seguintes elementos de uma narrativa: enredo, tempo, espaço e personagens. Ao identificar e realizar cada um deles, você terá uma base considerável para o seu texto, com boa parte desenvolvida. Vamos conhecê-los melhor?


ENREDO


Toda história precisa de uma trama para guiar os acontecimentos. Este processo tem um nome: ele se chama enredo. O enredo é formado por uma série de fatos que ocorrem com os personagens em um determinado tempo e espaço. Por isso, pense exatamente que desafios, problemas ou eventos seu personagem vai se deparar. Depois, desenvolva como ele vai solucionar ou se frustrar diante de cada um deles. Assim, você terá condições de pensar a próxima fase desta sistematização.


TEMPO


Quando a sua história acontece? É muito importante esclarecer, ainda na fase de organização da sua narrativa, a temporalidade do seu enredo. É uma história que se passa em outro século, na década de 1970 ou no tempo presente? Responder estas questões sobre o tempo é fundamental porque vai guiar a escolha das locações, a direção de arte da cena, o figurino e até a linguagem usada nos diálogos, de modo que não haja um grave problema de anacronismo. O tempo também se refere a duração das ações e do desenrolar dos acontecimentos, uma estratégia para manter firme a atenção do espectador.


ESPAÇO


Você já pensou o enredo e decidiu em que época ele se desenrola. E agora? Falta estabelecer um elemento fundamental para a narrativa: o espaço. Toda história acontece em algum lugar, seja um reino mágico, um planeta distante, uma faculdade de direito ou o apartamento do protagonista. Identificar logo de partida o espaço facilita o desenvolvimento de cenário, direção de arte e até preparação de elenco, para incorporar ao roteiro hábitos, símbolos e comportamentos típicos daquela região.


PERSONAGEM


Todo enredo é conduzido pela experiência dos personagens. Portanto, é muito importante construir as características deles dentro da sua história. Eles são caracterizados por suas qualidades físicas e psicológicas e podem ser divididos de acordo com o seu grau de importância Protagonista, antagonista e coadjuvante são exemplos das condições dos personagens na sua história.


Compreendeu? Agora, ficou mais fácil desenvolver a sua criatividade e colocar no papel a sua história. Você já sabe quais são os elementos da sua narrativa? Então, escreve. Depois é só entrar em campo para produzir este material.


Se você gostou da nossa dica, compartilha nas redes sociais.


#dicasdecinema #cinema #roteiro #narrativa

11 visualizações